Primeira Intervenção Institucional Psicopedagógica em Patos (Paraíba, Brasil)

Menina Estudante.Operação Resgate.2009Em 2009, conheci o Marciano Teixeira, um empreendedor social que tinha vivido anos de sua vida na Etiopia, onde fundou uma organização chamada Operação Resgate. Essa instituição atendia crianças africanas que tinham ficado órfãs.  Marciano, estava no segundo empreendimento social, agora aqui no Brasil. Sua ONG atua num bairro chamado Mutirão que fica da periferia de Patos, no Sertão Paraibano.

Marciano atende crianças no contra turno escolar e realiza com suas educadoras sociais crianças e adolescentes com atividades educativas de artes, educação e atividades culturais e esportivas. Em 2009, ele percebe que os assistidos pela organização apresentam uma lacuna no processo de alfabetização e letramento. Então, surge a necessidade de alguém que possa fazer uma formação com as educadoras locais para que elas pudessem alfabetizar o público participante do programa, uma vez que estas não possuíam estratégias para dar conta desta demanda. As professoras eram profissionais habitantes do Mutirão e estudaram o antigo magistério em escolas públicas da região.

Educadoras sociais. Operação Resgate.2009É desta demanda que uma amiga querida me apresenta ao Marciano e eu assumo a formação das educadoras, que consistiu em oficinas de formação, in loco, em que vivenciamos diferentes etapas desde a sondagem para entender quais as características do grupo de educandos, analise dos resultados juntamente com as professoras, grupo de estudo sobre alfabetização e letramento, além da construção de sequências didáticas que pudessem atender a demanda identificada, tudo isso, regado a dinâmicas e atividades de sensibilização que visavam envolver as educadoras enquanto protagonistas de transformação neste contexto.

Ao longo do ano de 2009, o acompanhamento foi realizado e as educadoras locais em poucos meses conseguiram alfabetizar 85% dos educandos atendidos na Operação Resgate. No fim deste ano, realizamos uma espécie de seminário que contou com a equipe da ONG e professores de diferentes escolas da cidade. A equipe de intervenção, além de mim, contou com duas outras psicopedagogas Carol Schiesari e Renata Truffa, e a amiga relações públicas Juliana Noronha. Nasce desta intervenção o programa Acordando Palavras…

Links da Operação Resgate:

http://operationrescue.ch/wp/?lang=en

https://www.facebook.com/operationresce/?__mref=message_bubble

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *