E a expedição já começou! Iniciamos a travessia! Informe 1

No último sábado dia 17 de setembro, às 10hs da manhã, tivemos o nosso café de lançamento da EXPEDIÇÃO ACORDANDO PALAVRAS, que ocorrerá de 27/12 a 8/1/2017. Foi um momento muito produtivo que contou com a participação de várias pessoas bastante ansiosas por conhecer mais da proposta.
Expectativas!Tivemos um café da manhã bem gostoso, no qual uma equipe, que entendendo a relevância dessa expedição, se voluntariou e doou sua tarde de sexta para produzir pães e bolos. Assim, comemos delícias caseiras e bebemos um maravilhoso mate de coca, para já ir nos acostumando com a bebida que nos será preciosa na terra dos Incas.
Pudemos definir aqui o perfil dos interessados na expedição, assim definidos como: (1) jovens estudantes residentes de regiões periféricas de São Paulo e (2) profissionais de organizações sociais especializadas em projetos sociais de desenvolvimento humano. Essas instituições atendem populações vulneráveis em áreas tais como educação, cultura e assistência social.
Iniciamos nossa roda de conversa com uma apresentação e compartilhar de nossas expectativas para o dia.

Apresentamos a Bem Comum e o Acordando Palavras destacando especialmente os seguintes aspectos:
1. Bem Comum – A Associação Bem Comum trabalha para construir programas e métodos, que oportunize e ofereça às pessoas condições educativas para seu desenvolvimento integral, tendo em vista suas habilidades cognitivas, motoras, artísticas e relacionadas aos valores e à socialização, visando à ampliação de repertório sociocultural no intuito de transformar pessoas na direção de adquirirem ferramentas e conteúdos, capazes de impactar suas próprias vidas e consequentemente a sociedade e o mundo.
O método que conduz todas as nossas ações pedagógicas é o experiencial; e ocorre por meio de vivencias de processos em que os participantes ocupam o papel de sujeitos protagonistas de alguma ação, e depois, são convidados a refletir e trocar impressões sobre o processo, assim facilitamos os processos de aprendizagem transformadores. Sempre partindo do que chamamos de desafio pela escolha (chalenge by choice).
Uma maneira poderosa de aplicar o método experiencial é o imersivo, no qual os participantes podem ficar alguns dias junto, participando de uma série de ações, sendo que o melhor tipo de imersão é a expedição de aprendizagem, na qual o grupo de participantes, com uma mochila nas costas, saí para desbravar algum lugar e viver uma experiência de autotransformação. BEMCOMUM
2. Acordando Palavras é uma iniciativa que propõe intervenções psicopedagógicas, com o objetivo de proporcionar espaços de aprendizagem significativos nos mais diversos âmbitos, tendo em vista os mais distintos contextos culturais e realidades sociais, visando ao desenvolvimento pessoal dos sujeitos envolvidos nos aspectos cognitivo, afetivo e psicomotor.
Desde 2009, quando surgiu a proposta intitulada Acordando Palavras, trabalhamos em diferentes ações significativas de intervenções psicopedagógicas em diversos contextos. Trabalhamos com crianças, adolescentes, jovens e adultos educadores. Atuamos na esfera pública e privada. Intervimos em escolas, organizações sociais, como abrigos e ONGs; em lugares geográficos variados como o Pantanal, o Sertão Paraibano e a periferia de São Paulo. Realizamos ações também para além das fronteiras do Brasil em comunidades tradicionais da Cordilheira dos Andes nas cidades de Huánuco e Puno. Todas essas ações foram bastante exitosas no âmbito do desenvolvimento integral dos protagonistas dessas histórias o que nos motiva a seguir atuando para a consolidação desta proposta de trabalho.
Dito isto, apresentamos a proposta de rota da expedição que irá transitar entre La Paz e Puno. Durante a expedição, a proposta é explorar a cidade de La Paz durante o dia de aclimatação, visitar a montanha chamada Chacaltaya, viajar a Puno e conhecer três das várias ilhas do Titicaca denominadas Amantani, Uros e Taquile; será, também, realizado três dias de atividades comunitárias em Puno, além das atividades de desenvolvimento que serão vivenciadas ao longo de cada trecho da rota.

Tratamos também do custo da viagem em que apresentamos a tabela de prospecção dos gastos de viagem e discutimos o que cada um dos itens significa. Finalizamos o encontro agendando o próximo que será dia 1/10 na Bem Comum às 14hs. Neste encontro, pretendemos organizar os grupos de trabalho para a captação de recursos, para tentar viabilizar a ida de alguns dos participantes que não tem o recurso necessário, sabendo que esta estratégia pode não alcançar o valor para todos os desprovidos financeiramente. Também, tiraremos dúvidas sobre a proposta para os que não puderam estar no primeiro encontro. É importante ressaltar aqui que a participação nos encontros é pré-requisito para participar da expedição.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *